Menu
iFood News

Conheça os “crimes gastronômicos” contra a comida italiana

Pesquisa realizada com 1.400 italianos aponta o que eles consideram verdadeiros atentados à culinária local

18/06/2023 15h16


Conheça os “crimes gastronômicos” contra a comida italiana

Imagem gerada por inteligência artificial

“Minha comida, minhas regras.” Os italianos costumam ser bastante criteriosos com os pratos típicos do país. E muito críticos com alguns hábitos dos estrangeiros em relação à comida italiana, informa o Nossa Cozinha.

Um levantamento bancado pelo site Bonusfinder, de apostas esportivas, entrevistou 1.400 italianos para identificar aqueles que consideram como os maiores “crimes” cometidos contra a gastronomia típica da Itália.

E o grande vencedor nesse ranking de condenações culinárias foi colocar ketchup no macarrão. A prática foi apontada como a mais ofensiva às tradições por 64,6% dos entrevistados.

Essa “heresia” é ainda mais repudiada pelos italianos com mais de 40 anos de idade. Entre eles, a rejeição ao ketchup na macarronada bate nos 72%.

A medalha de prata da lista ficou com o abacaxi na pizza, elencado por 62,4% das pessoas consultadas.

Percebemos, assim, que a pizza havaiana, que combina presunto com abacaxi, não é muito apreciada em território italiano.

Na sequência de supostas atrocidades culinárias, aparecem colocar a massa na panela com água fria e partir os espaguetes antes de cozinhar.

Só em quinto lugar surge uma reclamação não ligada exatamente às formas de preparar e apreciar determinados pratos da comida italiana, mas sim à solidariedade: negar-se a compartilhar a comida, atitude citada por 52,1% das pessoas que responderam à pesquisa.

Foram ainda mencionadas as práticas de usar creme de leite no molho à carbonara, utilizar o tipo de massa errado em determinado prato, pedir queijo para um prato de frutos do mar e usar garfo e faca para comer pizza.