Menu
iFood News

No frio ou no calor: sopa é sucesso até nos meses de verão

Você sabe responder se sopa é janta? Consumidores do iFood respondem à polêmica das redes e mostram que está liberado comer essa delícia em qualquer tempo

PorRedação

04/06/2022 09h02


No frio ou no calor: sopa é sucesso até nos meses de verão

No primeiro trimestre de 2022, iFood registrou 1,6 milhão de pedidos de sopas, caldos e cremes, aumento de 31% em relação a 2021.

Tem gente que não pode ver uma chuva ou sentir o frio se aproximando que já pensa em uma sopa para a janta. Mas os brasileiros não dispensam esse prato quentinho e gostoso nem mesmo nos meses de calorão. Entre janeiro e março de 2022, o iFood registrou mais de 1,6 milhão de sopas, caldos e cremes pedidos no app: 31% de aumento em relação ao mesmo período de 2021.

Agora, a sopa é jantar? Nas redes sociais, por exemplo, existe há um tempo essa discussão. Para os consumidores do iFood, a sopa é jantar, sim, tanto durante a semana como no fim de semana. Aliás, é jantar, almoço (de segunda a sexta e de sábado e domingo) e até lanche. 

As sopas mais pedidas no iFood

Sopa, creme, caldo… são muitas as variações do alimento que mistura ingredientes diversos como carnes, legumes, especiarias, grãos e massas. Aqui no Brasil, a escolha dos itens pode mudar sazonalmente ou até mesmo por fatores comportamentais, culturais e regionais. 

No iFood, quem pede tem preferências bem definidas, e elas são: canja, caldo de feijão, sopa de legumes com carne, caldo verde e sopa de abóbora (jerimum) com carne seca. E tem gente pedindo de todo o Brasil. Os estados que mais pedem o alimento em qualquer dia, mês ou horário são São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul. 

Qual a diferença entre sopa, caldo ou creme?

Podem ser considerados sinônimos, mas não é tudo a mesma coisa. 

O caldo leva água e outros ingredientes (legume, carne, tempero, especiarias) fervido até o ponto em que o líquido pega o gosto de tudo que está lá. Pode ser usada como base para outros pratos (risotos e sopas) ou consumido na caneca.

A sopa leva, além do caldo, pedaços de legumes, hortaliças, carnes e pode ter ainda arroz e macarrão. A canja é um exemplo de um bom caldo que virou sopa.

Já o creme é mais espesso e não tem pedaços. Geralmente leva algum tubérculo ou raiz (como batata, mandioquinha, mandioca/aipim) ou algum derivado de leite (creme de leite, queijo e a própria bebida).

Os mais pedidos:

Canja

A canja é um caldo com pedaços de galinha que pode conter legumes, além de arroz ou macarrão. Em muitas cidades brasileiras, principalmente no interior, acredita-se que a canja é um reforço para a recuperação de quem está doente – e na opinião de muitos dos mais velhos, ela pode ser uma aliada para a cura de resfriados.

Caldo de feijão

Essa opção, também conhecida popularmente como caldinho, pode ser preparada a partir de diversos tipos de feijão, como o preto, mulatinho ou carioca, além de contar com carne, cebola, alho e especiarias. Na cidade do Recife (PE) e em sua região metropolitana, o caldo de feijão é uma iguaria famosa que está sempre presente nas praias. 

Sopa de legumes com carne

A sopa de legumes com carne é um alimento repleto de vitaminas e minerais, conhecida entre boa parte da população brasileira, e que é facilmente encontrada em restaurantes e mercados. Para quem está em São Paulo, por exemplo, ela é uma sugestão para afastar o frio nos meses em que a temperatura geralmente cai, como maio e junho.